25 junho 2011

Kimi ni todoke (1 temporada)

Hoje terminei de assistir a esse anime (já havia comentado sobre o título em post anteriores, não?). Extremamente gracioso, gostei muitíssimo! Definitivamente entra na categoria "fofo ao extremo". hehe Nossa, como o autor foi hábil ao desenvolver situações que tinham tudo para ser clichês e piegas mas acabou se mostrando delicadas, engraçadas, convincentes, emocionantes e em muitos casos impressionantes. É tão bom quando nos surpreendemos positivamente. Quem é fã de alguma coisa (filme, seriado, desenho, etc), acaba percebendo que as produções na sua maioria são medianas. Poucas são realmente ruins e poucas são realmente boas. Quando você se familiariza muito com um tipo de produção, mais ou menos sabe como é o ritmo das coisas, sabe de alguns temas recorrentes e até alguns dramas "manjados".
Não há grande novidade de tema em Kimi ni Todoke, surpreende sim a maneira delicada como os personagens são desenvolvidos e como os tais "dramas" são resolvidos e em muitos casos evitados por meio de atitudes coerentes dos personagens... Situações fofas também são recorrentes.. aquelas cenas que te arrancam um "aaaahhhhnn... que lindo" são comuns, especialmente na interação entre o potencial casal da série... hehehehe...
Te dá até um pouquinho de tristeza pensar que situações assim são tão dificeis de ver na vida real... quando se está em uma cultura onde nos é empurrado goela abaixo que promiscuidade é o caminho da felicidade emocional, dá um alívio muito grande entrar em contato com obras que valorizam exatamente o contrário, mostrando a beleza e a grandiosidade de pequenos e simples gestos. ^_^ Animadíssima para assistir a segunda temporada. Quando terminar, comentarei novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário