15 novembro 2011

Hanasakeru seishounen

Esse comentário está repleto de SPOILER, então para os "sem graça" que não gostam de saber o final, não leiam..eu falo mesmo!
Acabei de terminar de assistir ao anime... 39 episódios! ufa! Olha, eu pensei que se tratava de uma bomba, mas me surpreendeu positivamente! Apesar de algumas coisas estranhas (que comentarei daqui a pouco.. hehe), o anime está no nível "médio superior". Não é maravilhoso, ms definitivamente não é ruim.
Comecemos: A história inicia meio aos trancos e barrancos.. com um começo bastante irregular.
Logo no primeiro episódio, aparece Kajika na vida escolar japonesa normal. Essa vida normal não dura nem um mês... ainda no primeiro episódio o pai de Kajika a traz novamente para a América e propõe um "jogo" (alias, foi um momento bem ridículo da série....) ... o jogo é o seguinte: o pai dela escolheu 3 candidatos a marido para a filha, e fará com que eles se encontrem casualmente (nem ela, nem eles sabem quem é quem). Se realmente a Kajika se apaixonar por um deles, o pai ganha o jogo. Se não, ele perde. Idiota, né? Tudo bem... essa ideia desceu quadrado mas continuei assistindo ao anime...
Lembram que eu comentei em outro post de uma amiga "suspeita" que aparece no primeiro episódio? Pois então... ela (Yui) não serve para nada. Não sei nem porquê existe. Só aparece no primeiro, no nono (alias, o episódio 9 é uma completa e absoluta perda de tempo... só serve para você sentir muita vergonha, repleto de cenas completamente dispensáveis e forçadas), no vigésimo segundo (quando Yui visita Kajika em Nova York.. e novamente, uma aparição que não acrescentou nada) e no último episódio (quando os autores do anime lembram que a Yui existe e decidem retratá-la lendo uma carta da Kajika). Alias, bem decepcionante essa última aparição. Eu pensei que finalmente ela teria uma utilidade, lendo as notícias de Kajika, mas parece que esqueceram que a menina estava lendo a carta. O episódio terminou e não retomam a ideia! Pensei que finalizariam com a Yui lendo alguma coisa nova... que nada! Yui, mais uma vez, perdida no tempo e no espaço. Tadinha. É um daqueles personagens super coadjuvantes que, bom, eu não sei para que servem. hehe. Me ocorre que talvez ela sirva para mostrar que Kajika também é capaz de fazer amizades com mulheres, já que ela está rodiada de homens lindos, maravilhoso e claro, apaixonados por ela. hehehehhe (OMG).
Mas vamos dar uma ideia geral da coisa....
Os episódios 2 ao 4, são dedicados ao primeiro candidato: Eugene de Volken, um aristocrata francês. Esse cidadão é complexado com a aparência. "Por que? ele é muito feio?", vocês poderiam me perguntar. Não. É que ele é muito, mas muito lindo mesmo!!!!!!! AHHHHHH pelo amor de Deus... pausa que o golpe foi duro. Não contente com isso, dedica sua vida inútil em envolvimentos amorosos, buscando alguma mulher que tenha coragem de matá-lo. É isso mesmo que você leu. Como ele é bonito demais, a mulherada prefere cometer suicídio a matá-lo. E pior. Teve três otárias que fizeram isso. Nesses episódios também é relatado o drama do Eugene.. que de tão bobo eu nem vou mencionar aqui. O caso é que Kajika consegue de maneira bastante forçada "curá-lo" de seus traumas... e agora supostamente ele deveria ser um homem normal, coisa que não se sustenta ao longo do anime, afinal, Eugene de suicída complexado passa a ser um masoquista requintado. Ah.. Eugene se apaixona por Kajika, e por todo anime fica ajudando aqui e ali. Outra curiosidade absolutamente dispensável: Kajika é fascinada por Eugene porque pensa que ele é a reencarnação de Mustafa, o leopardo branco que ela tinha quando criança. Esse bicho ai também não serve para nada, só para mostrar que quando ela era criança tinha algum bichinho de estimação.... e como ela não era uma criança normal que se contentaria com um cachorro, gato ou papagaio, deram um leopardo branco, contrariando todas as espectativas de que devoriara a criança no primeiro mês de convivência. hauhauhauhua... Depois dessa melhor não falar mais nada né.
A partir do episódio 5 a coisa melhora consideravelmente. Aparece o segundo candidato: o príncipe Lumati... que passa a ser chamado de Rumaty... e depois voltam a chamar de Lumaty (erro de tradução talvez hehehe). O episódio 5 ao 8 são dedicados basicamente a ele.
O episódio 9 você fará um favor a humanidade se não assisti-lo, de tão idiota que é. Depois dessa pequena indisposição intestinal e mental dos autores (episódio 9), a história começa a mostrar realmente para quê veio.
Episódio 10 e 11 retratam o "x" da questão.. o passado....Mostra que o avô do príncipe Lumaty é também o pai de Kajika... Ou seja.. o tal príncipe Lumaty e Kajika são primos. E a partir daí o anime vira um amontoado de intrigas políticas, conspirações e negócios. Não que isso seja ruim, eu achei realmente muito bom!!! Nesse aspecto a história é bastante amarrada e coerente.
O irmão mais velho do príncipe Lumaty, atual rei, está sempre a beira de um ataque de nervos... Fraco, sempre é manipulado e acaba mandando matar o irmão, não conseguindo, o exila na América, acusando-o de conspiração. Com isso, consegue o trono (engraçado é que o príncipe Lumaty nem estava interessado no trono...aff.
Então aparece o terceiro candidato: Carl Rosenthal, o filho do principal inimigo de negócios da família de Kajika. Apesar de claustrofóbico e possuir aversão a maioria das mulheres (provavelmente devido ao trio de irmãs do inferno que ele tem), certamente é o melhor dos candidados.. hehehehe...
Somente no episódio 21 o pai de Kajika aparece novamente e retoma essa questão do "jogo de caça maridos", e dá uma explicação mais ou menos convincente a esse respeito. Até aí, o anime mostra muito mais intrigas políticas e de negócios com alguns breves momentos de shoujo....
Alias, os momentos shoujo se resumem a episódios bonitinhos e o fato de que todos os três candidatos se apaixonam por Kajika, além, claro, do Li-ren, um rapaz chinês líder da familia Fang, que cresceu com ela e está a frente de vários negócios.
Li-ren funciona, na prática, como um super capanga do pai da Kajika.. hehe.. ahn.. ele sempre foi apaixonado por ela, mas ela sempre o viu como um irmão mais velho..
Posso dizer que o forte dessa série é a intriga política que existe no reino de Lumaty.. essa história de caça a marido fica em segundo plano.. no final, o pai dela inventou isso para que Kajika descobrisse seus verdadeiros sentimentos por Li-ren (e vice versa). Podemos dizer que 90% da série é intrigas políticas, muito bem feitas por sinal.. isso pode desencorajar algumas pessoas que gostam de 100% shoujo, ou seja, excesso de fofura.. isso passa longe de Hanasakeru Seishounen.. Acho que considero essa série muito mais de ação do que shoujo... claro, salvo aqueles momentos tradicionais de shoujo: um monte de homem bonito apaixonado pela mesma menina.... aff..
Lá pelo episódio 36, finalmente, o país de Lumaty (que estava uma verdadeira zona) desfruta de paz, uma vez que Lumaty sobe ao trono... ele assume como rei e põe ordem no galinheiro. E quando pensamos que Kajika e Li-ren finalmente ficariam juntos, a família dele o obriga a casar com outra pelo bem dos negócios. Ele não chega a casar e inventa um esquema maluco para se livrar das obrigações como "chefe da família". Kajika, por sua vez, pede para que o pai a deserde, para que ela não carregue um sobrenome tão pesado e que possa, assim, seguir seu destino livremente, não tendo nem dinheiro para o taxi. Por sua vez, o pai de Kajika lhe dá de presente a ilha que ela morou na infância.
Então termina desse jeito, Kajika e Li-ren jogam tudo para cima e agora viverão na tal ilha nutridos de muito amor e areia... hahahahahaha
Fim.
Apesar de algumas soluções meio bobas, o forte desse anime, ou seja, as conspirações e intrigas políticas, realmente elevam e enriquecem infinitamente a série. Hanasakeru seishounen só peca em alguns momentos dramáticos e quando força umas situações que.. francamente... por muito pouco a série seria ótima, pena que alguns excessos de dramalhão tenham ofuscado uma intriga tão bem elaborada e dinâmica.
Há muitos personagens riquíssimos, especialmente Quinza, o camareiro real que orquestrou todo o golpe contra o principe Lumaty afim de colocá-lo no poder. Uma personalidade bastante obstinada e com foco, ilustra perfeitamente a frase "os fins justificam os meios", e toda as consequências perversas de tal pensamento.
Há personagens de todos os tipos e forças.. mas nenhum, além de Eugene e Yui, chegam realmente a incomodar.
Kajika, como personagem principal, não surpreendeu uma vez que não mostrou muita evolução durante a série. Começa com uma menina de 14 anos, termina com 16 anos, e por ela ser sempre muito articulada, não foi possível ver grande crescimento. O que é meio frustrante, já que, cá entre nós, da onde que uma menina de 14 anos poderia assumir algumas posturas mostradas?
Por outro lado, um personagem que sem dúvida evoluiu muitíssimo foi Lumaty, bastante coerente do começo ao fim, foi autor de ótimas cenas.
O segredo para esse desenho é insistir. Se você achou idiota o tal jogo, força! Ele não é o foco principal do anime. Se você achou o tal jogo a coisa mais legal do mundo, lamento.. ele não é o foco. Você também tem que insistir porque o primeiro a aparecer, o tal de Eugene, dá a impressão que o anime todo será um amontoado de cenas extravagantes e pretenciosas.. passada esse começo difícil, o anime evolui bem, sendo uma ótima série de ação e estratégia.
A animação também é muito adequada, não cai a qualidade em nenhum momento, o que é muito bom por ser uma série longa. O design dos personagens é bonito e marcante, e a trilha sonora, apesar de não ter me cativado muito, é bonita e estilosa. A abertura muda a partir do episódio 24, ficando infinitamente melhor do que a que estava até então.
Apesar de ter brincado, eu realmente gostei da série e a recomendo. Assistiria de novo, sem dúvida. Até os personagens mais irritantes (para mim), mostraram um lado, digamos, promissor.. creio que com um desenvolvimento adequado, ficariam realmente interessantes. Quem sabe no mangá muita coisa é desenvolvida e eu me livraria das más impressões que fiquei de algumas personalidades.. hehe...
É isso aí.. uma série com bastante ação e intriga política intercalados com momentos de romance, muito bom entretenimento. Também tem belos personagens masculinos, ótimo para as mocinhas ficarem suspirando. ai ai.. huhuhu

4 comentários:

  1. Adorei sua explicação do anime...kkkkk d++ Parabéns seu blog é show...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe muito obrigada pelo comentário, volte sempre, é um prazer ter sua visita ;)

      Excluir
  2. Comecei a assistir agora é não me aguentei e procurei uma resenha pra saber se realmente vale aguentei pena terminar de ver a série. Gostei muito de como vc expôs o enredo e os personagens. Bem agora vou continuar assistindo aqui. Amei o blog♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah muito obrigada pelo comentário e elogios, espero que tenha um bom entretenimento assistindo ao anime, ao menos avisei que a resenha seria um amontoado de spoiler kkkk eu mesmo tenho vontade de rever esse anime... mas tenho uma fila imensa de títulos que ainda quero ver.. oh dúvida cruel.... Volte sempre, muito bom sua presença aqui no blog ;)

      Excluir