03 dezembro 2011

Bokura Ga Ita

Ontem finalmente terminei de assistir a esse anime.. "Bokura ga ita" deveria ser sinônimo de "agonia mental", tanto dos personagens quanto de quem assiste.
Conta com 26 episódios mas a impressão que eu tenho é que foram 796.... Cada episódio tem aproximadamente 25 minutos mas parece que tem duas horas e meia..... OMG.... que coisa mais chata, misericórdia, meu Deus.....
Como já comentei em outro post (aqui), 90% dos episódios são diálogos internos da personagem principal (Takahashi Nanami), sobre suas inquietações e principalmente, torturas mentais sobre o namorado (Motoharu Yano) resultantes da incapacidade dela de esquecer o passado dele.
O tal passado mais ou menos tenebroso do rapaz é mais ou menos o seguinte: faz um ano que ele namorou uma menina mais velha. Ela acaba morrendo num acidente de carro enquanto passeava com o ex namorado dela, sugerindo assim, uma traição. Emputecido e traumatizado com a situação, Yano diz que a odeia e num momento de "consolo mútuo" (?!?!!), ele acaba fazendo sexo com a irmã mais nova da morta. Essa irmã é, atualmente, colega de classe de Yano e Nanami.
Muito bem, quando Nanami descobre esse dramalhão todo, não pára de encher o saco do Yano, seja querendo que ele fale de seus sentimentos sobre a morta, seja supostamente tentando consolá-lo, etc. etc. etc. Nanami tanto procura "pêlo em ovo" que acaba achando uma peruca inteira: Yano acaba dizendo que ainda ama a morta e a perdoaria se ela tivesse sobrevivido. Pronto. Mais lágrimas e lágrimas. Para piorar, descobre o tal "sexo casual" entre Yano e a irmãzinha da morta (atual colega de classe). Mais e mais lágrimas, mais e mais pressões mentais, mais e mais agonia.
Como pouco drama é bobagem, o melhor amigo de Yano acaba se apaixonando também por Nanami... mas isso ai acaba sendo só a "cereja do bolo", tudo fica mesmo monopolizado entre o sofrimento mental do casalzinho. Agora cá entre nós... toda essa tempestade por causa de coisas que aconteceram antes da Nanami conhecer o Yano.. imagina se esse moleque a tivesse traído, se tivesse acontecido tudo isso enquanto os dois estavam namorando? Capaz dela ter se matado... credo!.....
Acho que exageraram muito na dose... Ninguém aguenta isso, meu Deus... Li muitos comentários de pessoas que dizem "choro muito quando vejo essa série"..... de fato, quase chorei.. mas foi de raiva...
A gente não ri, não chora, não se emociona, não se alegra assistindo os episódios.. só fica acompanhando os personagens chorando pra cá e pra lá em evoluções quase imperceptíveis... Tudo bem, um pouco de carga dramática é bom e recomendável, principalmente em shoujos, mas putz.... 100% do tempo, torra a paciência de qualquer um.
Infelizmente conseguiram sufocar com requintes de crueldade todos os aspectos interessantes da história e do próprio drama, simplesmente porque extenderam demais a choradeira e tortura mental coletiva.
Claro que realmente existem pessoas emocionalmente engessadas, e principalmente na adolescência, sentimentos e percepções extremas dos acontecimentos, mas pelo menos eu não tenho paciência para aguentar 26 episódios disso em um horário que eu dedico, supostamente, ao meu lazer. Se eu quizesse ouvir essas ladainhas eu já teria aberto meu consultório faz tempo... afff
A única coisa que eu realmente gostei (além da ideia geral da história que, como já disse, foi sufocada miseravelmente pelo dramalhão e falta de habilidade em conduzir o enredo), foi o final... Tantas idas e vindas, e no final Yano se muda com a mãe para Tokyo. Sim.. o casal não fica junto.. mas há a promessa de continuarem o namoro a distância, e depois de um ano, ela tentará entrar  em uma universidade em Tokyo.
Tem gente que odiou o final.. eu vi uma luz nisso... uma oportunidade para os dois amadurecerem e começarem a olhar para o futuro, e não ficarem tão obcecados com o passado.. quem sabe acabam entendendo e aprendendo que é para frente que se anda.
Li em algum lugar que nesse ano sairía a segunda temporada de Bokura Ga Ita.... Se eu encontrar, é provável que eu assista... com a esperança de encontrar personagens mais maduros e decididos. O finalzinho da série me deu uma esperança de renovação dos personagens... se eles tivesse ficado juntos, do jeito que estavam, provavelmente seria uma das minhas grandes decepções do mundo dos animes... seria a prova que eles continuariam alimentando a falta de confiança e imaturidade um do outro... afastados eles podem tomar jeito.
Quanto ao mangá, eu pensaria duas vezes antes de ler... pelo menos a primeira parte da história (esses 26 episódios) são muito, mas muito chatos mesmo assistindo.. imagina lendo?!?!?!? Mas como eu adoro dar uma segunda chance para animes e mangás, eu poderia me aventurar nessa também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário