21 agosto 2012

Chihayafuru (anime)

Olá amados!!
Fazia tempo que estava procurando essa série para assistir... quando decidi salvá-la, os links existentes estavam bichados.. hahahahaha então fiquei um período a caça de episódios. Ainda bem que consegui pois definitivamente trata-se de uma série muito única.
O anime é baseado no mangá escrito por Yuki Suetsugu (publicado desde 2007 e ainda em andamento) transmitido entre outubro de 2011 e março de 2012. A segunda temporada, ainda sem data definida, foi anunciada em junho... espero que não demore muito para ser transmitida! Quero muito assistir!
O grande tema da série é um jogo chamado Karuta e a amizade de 3 amigos de infância: a animada e gentil Chihaya Ayase, o introspectivo Arata Wataya e o temperamental Taichi Mashima. 
Kurata trata-se de um jogo de cartas tradicional japonês, que em termos bem gerais é o seguinte: existem 100 cartas com poemas tradicionais escritos nelas. Cada jogador embaralha as cartas e distribui 25 na sua frente (os jogadores ficam um de frente para o outro.. de modo que sobre o tatame totalizam 50 cartas). Depois de passados 15 minutos para os dois jogadores memorizarem a posição das cartas, começa a leitura de poemas aleatoriamente sorteados. A partir de então os jogadores precisam tocar o mais rápido possível a carta  (as que estão sobre o tatame) cujo poema complete o poema lido. Na verdade, pelo que entendi, basta tocar a carta.. mas em competições vocês sabem né.. o "tocar a carta" transforma-se em "dê um tapa  e jogue a carta longe" .. hahaahhaha A cada acerto, o jogador guarda consigo a carta tocada. Ou seja, a pessoa precisa ter decorado todos os poemas e a cada partida, decorar as cartas que ele tem (e do adversário) e a posição em que estão. Vence aquele que terminar suas cartas primeiro. Claro que tem dezenas de outras regras mas o básico creio que é isso.
Chihaya aprende a jogar Kurata com Arata, que mesmo sendo criança na época, é um excelente jogador. Taichi, como é muito competitivo, também entra nas disputas e os três acabam se dedicando aos jogos. Arata acaba se mudando para outra cidade mas os três prometem que no futuro se reencontrarão para continuar jogando. Anos depois, Chihaya e Taichi se reencontram no ensino médio e decidem abrir um clube de Kurata. A partir dai, o anime trata da amizade, das disputas de Kurata, dos novos membros recrutados para o clube e caminha para o reencontro com Arata (que continua morando na outra cidade).
Chihayafuru pode não agradar alguns pois ele não tem o Kurata como tema secundário, ele está muito, muitíssimo presente, com direito a vários e vários momentos de explicações. Entretanto, as histórias dos personagens não ficaram em segundo plano. A grande harmonia entre os dramas pessoais, dinâmica entre os personagens e o Kurata é um grande trunfo da série. O jogo é apresentado sem muitas palestras tediosas.. o telespectador tem a oportunidade de se familiarizar gradativamente com as regras e dinâmica do jogo pois na própria história os personagens durante a infância passam por essa fase de aprendizado inicial. 
Todos os personagens são ótimos.. conseguiram construir personagens bastante carismáticos sem ser piegas... e a evolução deles durante os episódios é muitíssimo agradável de acompanhar. A arte é lindíssima, o que acrescenta mais alguns pontinhos a série. Mesmo se você se entendiar com alguma explicação de Kurata (o que eu acho difícil, pois todas as informações relatadas são bem interessantes e pertinentes ao enredo e até a construção dos personagens), você ainda poderá se deliciar com traços belíssimos e excelente animação. A trilha sonora é adequada, com um tema de abertura gostoso de ouvir.
Já que o mangá ainda está em produção, não fiquei admirada pelo final em aberto, sem resolver todas as pendências... mas já que o anime trata o dia a dia dos personagens, ficamos satisfeitos em ver a evolução deles, em diversas áreas. É uma alegria terem anunciado a segunda temporada, se tivéssemos que ler o mangá para saber como resolve as situações eu ficaria muito chateada, especialmente por não ser ainda licenciado no Brasil.
Belíssimos traços e animação, personagens consistentes, ótimo desenvolvimento, história simples mas cativante, tema incomum (afinal foi a primeira vez que ouvi falar de Kurata...): itens que elevam essa série para acima da média. Muito bom mesmo!!!!! Que venha (e logo, espero!!!) a segunda temporada! =D

Nenhum comentário:

Postar um comentário