29 outubro 2012

Kimi to boku - 1a. temporada - (anime)

Olá amados!
Mais um anime... afinal 13 episódios de 20 minutos cada, dá para assistir tranquilo.. hehe.. Vamos lá!
Baseado num mangá escrito por Kiichi Hotta, a primeira temporada de Kimi to Boku foi produzido em 2011. A segunda temporada saiu em 2012 (e já estou assistindo... em breve comentários mais específicos.. hehe)

Bem... o mangá começou em 2004 e ainda está sendo publicado.. isso é um indicador importante... não esperem final fechado....e quando o gênero é "Slice of life" ? Ih, piorou. Quando a série conta fatos diários de um grupo de amigos, a história pode ser infinita...
A proposta é simples: o dia a dia (na grande maioria fatos que acontecem dentro do ambiente escolar) de 4 amigos de infância: os gêmeos Yuta e Yuki Asaba, o sério e pragmático Tsukahara e o doce e gentil Shun Matsuoka. Para completar o círculo de amigos, junta-se hiperativo estudante transferido: Chizuru Tachibana. 

Sabe como é o ambiente de amizade masculina né? Demonstram carinho incomodando uns aos outros. Então é esse clima que envolve Kimi to Boku. Rotina diária desses amigos, salpicados de situações levemente engraçadas, na sua maioria um incomodando o outro.
Confesso que no primeiro episódio levei um choque.. com um desenvolvimento extremamente lento, as vezes temos a sensação que estamos assistindo em slow motion. Depois a gente se acostuma e entra no clima... Eu creio até que seja um desenvolvimento realista, as coisas se desenvolvem de maneira cadenciada.. sem correria, sem pressa. Não chega a ser um sonífero, mas também não é um episódio do Jack Bauer.....hehehe 
A primeira temporada inteira é bastante constante.. sem grandes acontecimentos, o humor também é sutil. Eu creio que o episódio mais engraçado seja o oitavo, quando Yuta pede ajuda de todos para desenhar um mangá.. e cada um desenha uma folha. Achei bastante interessante a maneira como cada um se expressou e claro, me provocou muitas risadas devido ao resultado desastroso. 
O seriado pode não empolgar muito, mas é inegável que apresenta personagens interessantes e com bastante potencial. Na primeira temporada também apresenta muitos dramas diários mas que são lidados de uma forma bastante delicada e sutil. Assistindo de forma despreocupada talvez passe despercebido, mas há muitos temas e sutilezas que eu realmente achei que foram retratados de uma maneira muito bela. Quem deve ter assistido e dormido deve estar pensando: "Meu Deus, onde essa guria viu isso?". Um dos vários exemplos é o relacionamento entre os gêmeos. Quando um começa a sair com uma menina e não conta aos amigos, o misto de sentimentos que isso provoca e como o irmão foi solidário quando o relacionamento acaba. Sem contar o perfil da menina e seu relacionamento com as amigas.
Talvez o trunfo de Kimi to Boku seja sua simplicidade. A maneira simples como trás os temas e a forma realista como eles se desenvolvem. Com traços limpos e animação adequada, o aspecto técnico não impressiona mas também não desagrada. É uma série bastante agradável, seja a temática, seu aspecto artístico e o ritmo que, queira ou não, te desacelera um pouco te passando uma certa tranquilidade. 
Li alguns comentários atribuindo o gênero Yaoi para Kimi to boku... Eu não vi nada disso... principalmente entre eles... acho que tem que ser meio tarado para ver algum relacionamento desse tipo entre os personagens..... então vamos deixar de ser maldosos, ok????? O único personagem, digamos, questionável é Shun... que apesar de não ser o "de Andrômeda", lembra muito o cidadão..........................  Felizmente Kimi to Boku não possui nenhuma "Casa de Libra", não requerendo dessa forma que ninguém "eleve o cosmos" para salvar nenhum Pato em apuros.... 
....tem coisas que nunca deveriam ser lembradas.................. 
hahahahahahahahhaa 







Voltemos ao Shun Matsuoka. Apesar das insinuações maldosas, ele apresentou um comportamento exemplar em todo o seriado, com atitudes muito mais másculas do que muito "homem" por ae... hehehe
A segunda temporada de Kimi to Boku parece seguir a mesma linha que a primeira.... logo trarei meu parecer sobre o caso. huhuhu
Por fim, não é um seriado empolgante.. daqueles que você fica todo alegre, dá muitas gargalhadas, sai elétrico por ai pensando mil coisas.. não... mas certamente é um anime que pode te despertar muitas outras coisas boas também, bons sentimentos em relação a amizades, infância, ao crescimento, os novos desafios... é impossível não olhar para si e lembrar das próprias amizades, da própria época de escola, enfim... se identificar de alguma forma e sentir carinho e empatia pelas situações relatadas ali. ;-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário