02 dezembro 2012

Kiss me, Kill me (k-movie)

Olá amados!
Deixa eu tirar um pouco o atraso dos post aqui, comentando um filme que assisti =)
Escrito e dirigido por Jong-Hyeon Yang,estúdio SidusFNG e lançado no final do ano de 2009, esse filme sul coreano me surpreendeu. 
Primeiro porque eu estava esperando basicamente uma comédia, e não foi bem isso que encontrei. Pelo menos não a minha ideia clássica de comédia, né.. Claro, "Kiss me, Kill me" possui seus momentos engraçados (com um tipo de humor que gosto bastante), mas classificar o filme como "comédia / romance" é forçar um pouco a barra, na minha opinião... na verdade a história gira em torno de uma sequência de acontecimentos absurdas que chega a ser engraçada, mas os acontecimentos em si são cheios de tristeza e vemos os personagens realmente sofrendo, presos aquelas circunstâncias sem conseguir achar uma saída... ou quem sabe eu fiquei muito penalizada com a condição dos personagens e não consegui "desfrutar dessa comédia" como tantos comentários que li por ai... falando que "riram do começo ao fim". Poxa, eu não ri não (fora os momentos realmente engraçados, hehehe), eu me penalizei bastante com aquela bola de neve de problemas que ambos vivem.. aff...
A história é incomum: Hyun-Jun é um assassino profissional. Sua personalidade é tranquila e quieta. Em um dos "corriqueiros trabalhos" (assassinar um homem dentro de uma casa), ao invés de encontrar o tal homem, depara-se com uma mulher: Jin-Young. Esta contratou o serviço pois estava muito deprimida devido a uma decepção amorosa e decide morrer. Hyun-Jun não gosta nada da ideia e se recusa a "terminar o serviço", dizendo que é assassino, e não "ajudante de suicida". 
Barbaridade.. com um enredo desses, dependendo da forma que é contada a história, pode ser tanto uma comédia quanto um drama, não é? A verdade é que o diretor conseguiu o meio termo (na minha opinião, claro.. hehe). Achamos engraçado o absurdo da situação, mas é tudo feito "de maneira séria". No mínimo, nos causa um sentimento de estranhamento. 
Continuando ao enredo: depois desse primeiro encontro desastroso, Hyun-Jun e Jin-Young passam a se encontrar acidentalmente, sempre ambos interferindo na vida um do outro. Com o desenrolar da história, vemos o ambiente decadente que envolve os dois e como se envolvem gradativamente. 
O final foi satisfatório, gostei do ritmo do filme, desenrolar da história e todos os personagens são muito interessantes... ambos passando por crises e conseguindo lentamente evoluir.
Os atores são excelentes! Destaque para o casal, claro... Kang Hye Jung é quem interpreta Jin-Young e Shin Hyun Joon é quem interpreta Hyun-Jun. Não tinha ainda visto nenhum trabalho deles, mas gostei muitíssimo.. parecem ser aqueles tipos de atores que se dão bem em qualquer papel que escolherem, sabe?  Ótimos =D Tê-los no elenco de alguma obra já é um bom pré-requisito para mim, a partir de agora heheh 
Kiss me, kill me: atuações consistentes e um enredo trágico-cômico traduzem essa boa opção de filme.
Se você der uma olhada no trailer, ou até mesmo nos posteres, há uma tendência realmente ao gênero comédia romântica.. de repente eu fiquei muito penalizada com os sofrimentos pessoais dos personagens e não consigo classificar esse filme como comédia (apesar, reforço, dos excelentes momentos de humor).

Trailer:

2 comentários:

  1. Yo Hei! é mihna 1ª vez postando e visitando seu blog. Cara adorei sua opinião sobre esse filme. Eu baixei esse filme porque nos comentários todos diziam que era engraçado e tal, e porque também eu pensei que com uma história dessa, de um assassino e uma suicida dariam uma bonita história, mas eu me decepcionei total. Em vez de me alegrar esse filme me deixou triste, tanto que até cochilei. Fiquei com tanto desgoto que exclui ele.

    Bjos Hei, e queria saber se vc aceita parceria:
    www.estoriasenventadas.blogspot.com
    Desde já, estou seguindo seu blog. Me mande um recado, caso aceite a parceria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica! Pois vc viu, eu fiquei meio deprê com esse filme também... da onde "comédia".. se falassem que se tratava de drama logo no começo, a gente ia com outro espírito assistir, até aproveitaria mais.. (se bem que eu não gosto de assistir drama... mas ao menos já iria preparada psicologicamente..hehehe)
      Muito obrigada pelo recado! ;)
      Eu respondi melhor no seu blog (excelente, por sinal.. parabéns) :D
      bjs

      Excluir