13 dezembro 2015

Orange (by Ichigo Takano) (mangá)

Então eu comprei o volume 1 publicado pela JBC  sem saber nada da história e como frequentemente acontece, deixei ali no meu armário por alguns dias antes que eu tivesse a presença de espírito (vulgo vergonha na cara) para abrir e ler. 
Alguns dias atrás comecei a ler e................. oh meu Deus....................................... eu.... amei !!!! Terminei de ler e óbvio, fui caçar a obra completa para ler porque eu não conseguiria aguentar a espera né... graças ao bom Deus ainda estão disponíveis online a tradução de Orange, e lá fui eu ler os 22 capítulos....
Gente, incrível, recomendo muito.. chorei litros... hehehehe Como já comentei, não sou fã de drama. Mas particularmente o drama sofrido pelo personagem principal realmente me toca. Sinto alguma familiaridade com Kakeru, e por outro lado também sei a dor que seus amigos sentem porque infelizmente como é a dor de perder alguém para o suicídio. 
No caso de Orange, especificamente, de maneira geral eu só achei dois excessos que não acrescentaram grande coisa a história. Um deles foi a Ueda-sempai..... na minha opinião é uma personagem totalmente dispensável. Parece que sua função era só lembrar que se trata de um shoujo, e que supostamente deveria haver algum tipo de intriga amorosa.. mas sinceramente acho que Orange não precisava disso.. Mas não é algo que a meu ver, estrague a história. Só é demais. O segundo ponto ligeiramente negativo, que nem é tão negativo assim, é: eu senti falta de mais detalhes no final. Eu gostaria de vê-los adultos novamente. Não que seja um ponto realmente negativo terminar como terminou, não é? Assim dá margem para nossa imaginação e nesse aspecto, é até melhor. 
De fato, Orange traz um tema bastante denso.... Sem dúvida, entra para o hall dos meus mangás prediletos.

Certamente continuarei comprando as edições da JBC, até mesmo lerei de novo para conferir as traduções oficiais, digamos assim... Recomendo bastante. Mesmo você, como eu, já leu até o final Orange, compre as edições da JBC. Está em uma qualidade muito boa e sempre é bom prestigiar os esforços das editoras nacionais. O melhor, são apenas 5 volumes. Então não será um rombo financeiro muito dramático. hehehe

Nenhum comentário:

Postar um comentário